Subscribe Twitter Facebook

domingo, 22 de maio de 2016

Serie B: em busca do último escolhido

Surpresa da Serie B, Trapani é um dos concorrentes ao acesso para a elite (Repubblica)
Na última sexta-feira 20, a Serie B de 2015-16 chegou ao fim. Quer dizer, ao menos a liga, já que os play-offs e o play-out reservarão um pouco mais de emoção. Aconteça o que acontecer, a segundona italiana sempre reservará resultados imprevisíveis e dramaticidade, por mais que o campeonato se encaminhe para um final tranquilo, como prevíamos.
r
A 42ª rodada, em especial, ficou reservada à briga pelo título e contra o rebaixamento. O Cagliari recuperou a liderança no último sábado (14), quando venceu a Salernitana e o Crotone perdeu para o Trapani, mas o título ainda não estava garantido: a festa só veio após a sofrida vitória sobre a Pro Vercelli, depois que, na reta final do jogo, Sau fez golaço de bicicleta – justamente ele, que passou a temporada em baixa por problemas físicos. O Crotone venceu a Virtus Entella, mas não conseguiu ultrapassar os sardos, que ficaram com um ponto a mais e confirmaram seu primeiro título da Serie B.

Na briga pelos play-offs de acesso para a Serie A, destaque para o Trapani de Serse Cosmi. O clube siciliano vinha em ascensão, mas não se esperava que tivesse forças para manter o ritmo e concluir o campeonato entre os oito primeiros colocados – há mata-mata entre os classificados entre o 3º e o 8º posto. Mais do que isso, os granata ficaram com a terceira colocação, com boa vantagem sobre os badalados Bari e Cesena, que também confirmaram lugar na briga pela última vaga para a Serie A. O Trapani somou incríveis 44 pontos no returno: a efeito de comparação, Cagliari e Crotone fizeram 37 no mesmo período.

O Pescara ficou logo atrás do Trapani e concluiu a temporada na 4ª posição. O destaque do time do Adriático foi o artilheiro ítalo-peruano Lapadula, autor de 27 gols em 40 partidas no seu primeiro ano na equipe e em sua segunda temporada na Serie B. Pela terceira vez seguida, o Spezia também irá jogar os play-offs, assim como o Novara, que caiu desde a 30ª rodada, mas se manteve na briga. Os novareses entraram na zona de acesso por causa de uma vitória fácil sobre o Modena e por causa da derrota do Entella contra o Crotone: a ultrapassagem aconteceu aí.

O mata-mata acontecerá entre os dias 24 e 9, mas Trapani e Pescara terão mais tempo de descanso, por terem ficado mais bem colocados. Os play-offs serão jogados da seguinte maneira: o Cesena (5º) recebe o Spezia (7º), enquanto o Bari (6º) recebe o Novara (8º) nos dias 24 e 25, pelo turno preliminar. Em ida e volta, as semifinais terão o Trapani (3º) decidindo em casa contra Bari ou Spezia (dias 28 e 31) e o Pescara (4º) com a vantagem do segundo jogo em seu estádio contra o vencedor do duelo entre Cesena e Novara (dias 29 e 1º). Na final, novamente confrontos de ida e volta (dias 5 e 9) para confirmar o terceiro promovido para a elite do futebol italiano. Trapani e Spezia seriam os únicos possíveis estreantes.

O outro extermo
Na parte de baixo da tabela, enquanto o Modena ia decretando seu rebaixamento após onze anos na Serie B graças a uma goleada diante do Novara, o Livorno ia superando meses de derrotas com um 2 a 0 sobre o Lanciano, adversário direto pela salvezza. Mas o jogo virou: o desastre começou quando o goleiro Ricci foi expulso aos 67 minutos e Ferrari descontou de pênalti. O empate chegou aos 84 com falha clamorosa do reserva Pinsoglio, que acabou rebaixando o tradicionalíssimo clube toscano, que não frequentava a terceira divisão há 14 anos.

Após o jogo, selvageria na cidade da Toscana: houve batalha campal nas ruas e os jogadores tiveram de aguardar horas para poderem deixar os vestiários por causa das ameaças dos ultràs. Pinsoglio acabou sendo agredido por um torcedor e está internado em um hospital, com ferimento no olho.

O resultado deu sobrevida ao Lanciano na Serie B: o time do Abruzzo disputará o play-out com a Salernitana nos dias 4 e 8. A equipe de Salerno estava na zona de rebaixamento, mas venceu o como, já rebaixado, para ganhar a chance de se manter na série cadetta.

Seleção da Serie B
Cordaz (Crotone); Del Prete (Perugia), Yao (Crotone), Scognamiglio (Trapani), Martella (Crotone); João Pedro (Cagliari), Sensi (Cesena), Memushaj (Pescara); Ricci (Crotone), Lapadula (Pescara), Diego Farias (Cagliari). Treinador: Ivan Juric (Crotone).

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário